Empreendedorismo RedPill

Os nossos escritos não se pagam. Sob risco de acabarmos na fila do IEFP, temos urgentemente de rentabilizar o nosso site. Mas não será com publicidade, nem com fundos europeus como as (In)Capazes. E se montássemos uma plataforma para apostas?

Image result for bet and win

Vai a primeira aposta:

“Qual a tipologia do homicida de 29 anos que ontem alvejou 15 pessoas na capital do país liderado por Justin Trudeau?”

  • Radical Islâmico
  • InCel

 Game On

Brevemente na baixa lisboeta

Via Observador

(…) cidadão paquistanês em causa, proibido de circular no espaço Schengen como consequência de uma medida aplicada na Noruega.

(…) A inspetora da delegação de Alverca do SEF terá ignorado esse alerta e atribuído o visto de residência, abrindo, na prática, as portas do espaço comum de circulação a um homem que estava proibido de aceder a esse privilégio.

As mulheres não podem ser encarregues de guardar as fronteiras. Esta gaja ou teve pena ou tem fome de picha bárbara, seja qual for o móbil o resultado é o mesmo.

Entre os inspectores serem poucos e sabotarem o serviço, não deve tardar muito até termos um banho de sangue em Portugal.

refugees welcome

Os atentados agora são “atropelamentos”

É só um atropelamento. Nada para ver aqui. Keep calm and carry on.

O comandante Russell Barrett, da polícia do estado de Victoria, ao qual Melbourne pertence, anunciou numa curta conferência de imprensa que existem razões para crer que o atropelamento foi “deliberado”. Contudo, que ainda não se sabe se tratou de um ato terrorista. “Nesta altura, acreditamos que foi um ato deliberado. Contudo, ainda não sabemos qual foi motivação e a investigação ainda vai no início”, disse o comandante.

O Patriarca arrisca afirmar que basta saber o nome do condutor para se poder concluir a investigação. Há de chegar o dia em que estará errado. Mas esse dia não vai ser hoje.

Ahhh, a ironia


P.S. Novas informações que surpreendem… absolutamente ninguém:

The driver of a car that was driven at pedestrians in a deliberate act was a 32-year-old Australian citizen of Afghan origin


P.S.2 Por cá, não descansam enquanto não tivermos um massacre na baixa lisboeta.


Siga-nos no Facebook