Os músculos são universalmente atraentes

O Patriarca ia fazer hoje o follow-up a este post: razões em geral para puxar ferro. Ficará para outro dia – o tempo é escasso, e este artigo é suficientemente relevante para justificar a sua própria entrada. Já tinha sido referido superficialmente aqui. Desenvolvamos.

Cues of upper body strength account for most of the variance in men’s bodily attractiveness

Aaron SellAaron W. LukazsweskiMichael Townsley

Abstract

Evolution equips sexually reproducing species with mate choice mechanisms that function to evaluate the reproductive consequences of mating with different individuals. Indeed, evolutionary psychologists have shown that women’s mate choice mechanisms track many cues of men’s genetic quality and ability to invest resources in the woman and her offspring. One variable that predicted both a man’s genetic quality and his ability to invest is the man’s formidability (i.e. fighting ability or resource holding power/potential). Modern women, therefore, should have mate choice mechanisms that respond to ancestral cues of a man’s fighting ability. One crucial component of a man’s ability to fight is his upper body strength. Here, we test how important physical strength is to men’s bodily attractiveness. Three sets of photographs of men’s bodies were shown to raters who estimated either their physical strength or their attractiveness. Estimates of physical strength determined over 70% of men’s bodily attractiveness. Additional analyses showed that tallness and leanness were also favoured, and, along with estimates of physical strength, accounted for 80% of men’s bodily attractiveness. Contrary to popular theories of men’s physical attractiveness, there was no evidence of a nonlinear effect; the strongest men were the most attractive in all samples.

É raro encontrar-se um efeito tão marcado. Milhões de homens eloquentes choraram.

O Patriarca partilha da opinião de que o aspecto físico não é o factor mais importante na atractividade de um homem. No entanto só um tolo afirmaria que não tem um peso considerável. O homem que queira ser completo, deve esforçar-se por maximizar as três áreas importantes: Game, Dinheiro/Status, Físico.

O que é engraçado é ver os nerds a estrebucharem com este achado. Quando na realidade são boas notícias. Não podes controlar a tua altura, mas isso vale menos de 10%! O típico homem que se queixa da lotaria genética o ter feito baixo e feio, e bota nisso a culpa do seu insucesso com as mulheres pode, munido desse conhecimento, meter-se no ginásio e manipular fortemente a seu favor a sua atractividade corporal.

Não menos interessante é o insight que esta informação nos dá sobre a cortina de fumo que as mulheres montam em torno da sua sexualidade.

“We weren’t surprised that women found physically strong men attractive… what did surprise us was just how powerful the effect was,” lead author Aaron Sell told The Guardian.

“Our data couldn’t find even a single woman that preferred weaker or feminine male bodies.”

Se era preciso mais evidência sobre o que O Patriarca vai repetindo vezes sem conta neste espaço de verdade – que as mulheres mentem com quantos dentes têm relativamente ao que as atrai num homem – aqui está ela. 100% das mulheres que dizem que os músculos não as atraem estão a mentir. E já todos ouvimos essa conversa.

Citando-se a si próprio:

As mulheres são uma fonte de informação valiosa sobre a sua própria sexualidade, mas qualquer pergunta directa leva a respostas que não passam de um misto de racionalizações, cortinas de fumo e clichês socialmente aprovados que não servem absolutamente para nada. As pérolas de verdade obtêm-se através de perguntas tangenciais – por exemplo, como é a sensação de excitação sexual?

Este artigo é um exemplo perfeito. Pergunta às mulheres se preferem corpos musculados ou o chamado “dad bod” e a resposta é a que a maioria dos homens quer ouvir:

sondagem dad bod

Faz a pergunta tangencial – pede-lhes para classificar os corpos – e obténs algo mais próximo da verdade.

Está nas tuas mãos. Vais continuar a lamuriar-te ou vais pegar no ferro?

 

 

2 comentários em “Os músculos são universalmente atraentes”

Deixar uma resposta