Terror na Suécia

O leitor “mjv” chama-nos a atenção para um vídeo interessante, sobre o clima de insegurança que se vive na Suécia, cortesia do seu governo feminista-marxista (perdoem a redundância), ainda por cima debaixo de uma lei da rolha.

Mariana Mortagua e Catarina Martins
Pelo menos já temos uma ideia do que nos espera se continuarmos a dar trela a estas putas.

O Patriarca não usou o link do leitor, mas sim o link original da Fox News. O vídeo é essencialmente o mesmo, menos uma breve introdução.


Siga-nos no Facebook!

4 comentários em “Terror na Suécia”

  1. Duas notas sobre a Suécia:

    Esse país extremamente Social-Democrata produziu um programa Eugénico absolutamente assustador nos últimos 30 (40?) anos. Basicamente, convenceram pessoas “inaptas” a permitirem-se esterilizar. Eram tipos desempregados, ou com carreiras no vício, ou com problemas físicos… falam em 20 mil pessoas, talvez mais. Isto num problema com problemas demográficos. É bem.

    Estive em Malmow há uns vinte anos. Estive em Malmow há 2 meses. Esquece. Parece Bagdad. Eu não acreditava porque me parecia demasiado surreal, e haviam as fake news e tal… mas quando vi com os meus olhos… Milhares de mulheres emburkadas, Cantares muçulmanos nas avenidas principais e, aquilo que raramente vi em Upsala, muitos carrinhos de bebé. Os únicos autóctones estavam a servir nos cafés franchisados que não contratam muçulmanos, e serviam os barulhentos clientes, quem pagam os mokachinos subsidiados com os impostos dos primeiros, com um ar bastante desgostoso… Um amigo Afegão que fiz no país vizinho, contou-me “Eu tenho 8 irmãos, mas isso é pouco numa família muçulmana. Vais à Suécia e estás à espera de ver loiros. Mas eles já lá não estão”

Deixar uma resposta