Fotógrafa forte e independente

Numa estrondosa vitória para a igualdade, uma australiana foi a primeira a tirar fotos de uma caçada de um leopardo das neves.

Ah, afinal foi a primeira mulher. O elusivo animal já tinha sido filmado em 2012 pela BBC, e fotografado em 2008 por um tal Nisar Malik.

Não é claro quem foi o primeiro homem a fotografar o bichano, o que torna ainda menos claro porque é que se reporta esta não notícia.

Mas fica melhor. Afinal a dita senhora co-liderava a expedição com um homem. E havia pelo menos mais dois fotógrafos.

Alguém tinha de carregar o material pesado. Uma notícia interessante seria o dia em que uma mulher fizesse um destes “recordes” sem ir montada num ou mais homens. E no meio disto tudo nem se percebe se foi mesmo ela que tirou as fotos.

No fundo este “feito” é parecido com a peça em si: a quenguinha que se auto-intitula jornalista e que publicou este pedaço de propaganda podia, por exemplo, já que se interessa tanto por este assunto, ter ido ter com a fotógrafa e entrevistá-la.

Em vez disso republicou uma notícia de 2015 do The Telegraph, em português.

O Patriarca não sabe se os passos de Marta Leite Ferreira a levarão longe. Deseja apenas que a levem exactamente onde merece.

marta leite ferreira


P.S. O Patriarca recorda-se vagamente de já antes ter lido umas quaisquer baboseiras desta tonta. Estaremos perante uma aprendiz de Paula Come Pinto?

Um comentário em “Fotógrafa forte e independente”

Deixar uma resposta