Afinal quem ganha mais?

 

Há algum tempo que ouço que dizer que as mulheres recebem ordenados inferiores aos dos homens. Venho apresentar mais uma prova de como este mito não é verídico com o testemunho de uma mulher dizendo o contrário:

“Geralmente as mulheres recebem mais q os homens, salvo algumas excepcoes”.

Palavras que nos deixam perplexos, chocando o nosso cérebro com uma realidade oposta àquela que nos tem sido imposta muito pelo movimento do feminismo. Será que representam uma realidade? Bom, sim. Esta citação foi feita por Jenna Jameson, uma consagrada atriz pornográfica dos anos 90 e 2000, num livro que partilhou os louros com Neil Strauss, entitulado How to Make Love Like a Porn Star.

Se analisarmos com cuidado e de forma racional, o que isto nos diz é que numa área profissional onde o trabalho da mulher é maior e mais desejado, onde a sua imagem é mais exposta e sua saúde corre mais riscos que a do homem, é justo que o pagamento pelos seus serviços seja maior.

Mesmo acreditando que na maioria das profissões ambos os géneros recebem ordenados iguais, não se confundam profissões com áreas profissionais ou pior, empregos na mesma empresa: o perigo que corre uma secretária de entalar a mão com a tampa do scanner da impressora ao fotocopiar cenas é claramente superior ao perigo e um soldador a trabalhar a 30 metros do chão.

1 opinião sobre “Afinal quem ganha mais?”

  1. Na mesma área nunca vi uma mulher ganhar menos do que um homem. Pelo menos em Portugal, devemos estar muito próximos da paridade. Agora quando falamos de sectores diferentes, as mulheres queixam-se de receber menos do que os homens que em grande parte estudaram áreas STEM cuja procura no mercado de trabalho é muito maior…

Deixar uma resposta